segunda-feira, 1 de janeiro de 2018

Feliz 2018!

Oi, voltei! Eu sei que deixei o blog para muito tempo, mas tantas coisas foram acontecendo, e eu precisava realmente de foco para me dedicar às prioridades. Este ano quero voltar com muitas novidades, algumas até com fotos de serviços passados, mas que espero sirvam de inspiração para os visitantes.
Nosso foco, a partir de agora será papel, inclusive estou pensando em mudar o nome do blog para um outro nome que ainda estou pensando, mas como ainda estou decidindo, vou deixar suspenso por hora. Então é isso, vamos nos falando sempre que possível!


É hora de receber o Ano Novo 
com alegria e esperança no coração. De deixar o ruim no passado, e abraçar o futuro com otimismo. 
Vamos fazer desta virada de ano um recomeço de tudo que é bom. Um renovar de sentimentos positivos, e um renascer de velhos sonhos. 
Desejo muita felicidade para este ano. Que sejam 365 dias de realizações, sucesso e muita prosperidade. Feliz Ano Novo!

domingo, 20 de dezembro de 2015

Scrapbook

No meu outro blog, tem uma novidade quentinha!!!!
Um vocabulário de scrapbook super legal! Vá lá conferir!

http://papeletudomaisbypaulaluminati.blogspot.com.br/2015/12/vocabulario-de-scrapbook.html

terça-feira, 24 de novembro de 2015

E por falar em Scrapbook...

O que é mesmo Scrapbook?



scrapbook é uma terminologia em inglês para definir um livro com recortes, é entretanto uma técnica de personalizar álbuns de fotografias ou agendas com recortes de fotos, convites, papel de balas e qualquer outro material que possa ser colado e guardado no interior de um livro.
O scrapbook, assim como a colagem, consiste também em atividade para a composição de memórias e recordações mediante o uso de fotografias. É um passatempo de decorar se aplica também a cartas, poemas, convites entre outros. Este hobby possui muitos adeptos. Só nos Estados Unidos se estima que existem mais de 25 milhões de entusiastas.
Hoje as pessoas usam o scrapbook para personalizar aniversario utilizando o termo Scrap Festa que hoje é Tendências no mercado.
Uma das primeiras aparições pública do que se conhece por scrapbook consta de 1999 quando o escritor William Granger publicou a história da Inglaterra. Neste, ele incluiu desenhos, textos e algumas páginas em branco, onde o próprio leitor podiam criar seus próprios comentários e ilustrações. Também, um do mais conhecidos exemplos foi de que O presidente guardou e reuniu recortes de jornais e revistas durante o período que durou seu mandato na Casa Branca (1801-1809). Muitas pessoas se tornaram adeptos desse estilo, e neste mesmo período, começaram a criar scrapbooks mais elaborados[1] .
Inicialmente o material à disposição para este trabalho era muito rústico, especialmente o papel e os adesivos, considerados muito ácidos. Ainda hoje, particularmente no Brasil, ainda se utiliza incorretamente matéria-prima impregnada de acidez (porém hoje em dia existem muitos materiais 'Acid Free'). o que pode lesar as fotos, desprender os objetos colados no álbum, deixar as páginas amareladas em pouco tempo.
Os anos se passaram e atualmente as técnicas de Scrapbook praticamente se tornaram uma arte. Se antes os materiais eram extremamente rústicos, com muitos recortes de jornais e fotografias antigas (daquela época), atualmente a modernidade conseguiu tornar a scrapbook em artes, conjunto de obras e verdadeiros trabalhos de design. Hoje são oferecidas ferramentas práticas para criação de scrap. O mais comuns são os furadores para scrapbook, utilizados para recortar formas moldadas, como recortes que ilustram figuras diversas e também papeis especiais, como os livres de ácidos.

De onde tirei: daqui